Saudades de um futuro antigo

Saudades de um futuro antigo

23 de Outubro de 2013 1 Por Tiago

Na década de 80, o futuro era muito idealizado, roupas prateadas, comida em pílulas e tudo o que tiver de mais ridículo era imaginado por aqueles que viam no futuro a solução de todos os problemas da humanidade. Mal sabiam eles que os problemas só aumentariam…

A maior modernidade que se tornou acessível às crianças dos anos 80 e 90 foram os videogames. Crianças essas que continuam vidradas nos joguinhos, agora bem mais modernos (nem vou falar do preço, todo mundo está acompanhando a novela PS4), bem menos em conta.

Consolas

Apesar de todos os recursos que os jogos atuais oferecem – resoluções poderosas, temas variados, ampla paleta de cores, sons reais e boa música – muita gente que jogou aqueles games meio toscos e limitados ainda morre de saudades e tem até quem colecione e compartilhe com os amigos.

Um dos games que mais possui fãs é o Atari,  sem dúvidas. Há sites, clubes e fóruns relacionados ao primeiro videogame popular no Brasil. Há grupos específicos, fãs do Pac Man, River Raid, Enduro, Labirinto, Jungle Hunt, Defender, Asteroids e muitos outros mais. Utilizam a estética do game e cartazes de filmes, seriados e até artistas fazem videoclipes baseados no Atari.

Até quem não viveu esse momento parece estar viciado nesse visual, sentindo falta do que não presenciou, apaixonados por este futuro antigo. Muitos fãs de Poker reclamam que o antigo console não se preocupou em adicionar os fãs do esporte mental mais popular do mundo atualmente. Havia dois ou 3 jogos relacionados ao tema, mas que não procuravam emular o jogo real como fizeram com o futebol, tênis ou automobilismo. É uma decepção para eles.

Poker

Apesar de serem fãs do tema, os praticantes do Poker acabam gostando muito mais de jogar com jogadores múltiplos do mundo inteiro, em sites como o Full Tilt Poker, onde se divertem a vontade, mesmo sem precisar pagar. Não precisam comprar nenhum console para isso, até do celular dá pra disputar um torneio. E não deixam de gostar da fase onde tudo se popularizou, no entanto, só não encontram reciprocidade.

Ano passado, um longa em animação fez muito sucesso no mundo inteiro, mexendo com essa nostalgia de jovens se interessarem por games antigos. O filme Detona Ralph (Wreck-it Ralph), cujo personagem principal é o vilão de um antigo joguinho que se revolta e sai do fliperama, passando por um mundo cheio de personagens antigos. Houve relatos de marmanjos se esvaindo em lágrimas ao ver seus heróis da infância nas telonas.