Processadores quânticos mais poderosos ainda este ano

Processadores quânticos mais poderosos ainda este ano

26 de Março de 2011 1 Por Tiago

A insaciável procura pelo “Santo Graal” da computação continua. Uma equipa de investigadores apresentou recentemente um processador quântico escalável, num encontro da American Physical Society, em Dallas nos EUA.

A computação quântica ao contrário da digital (que usa zeros e uns separadamente), lida com a superposição (um estado da matéria que usa zeros e uns de uma só vez).

O chip tem 6x6cm de tamanho e 4 qubits, as unidades básicas da computação quântica e um potencial de escalabilidade, que (ainda este ano) poderá suportar até 10 qubits.

Trocando por miúdos, mesmo depois de atingir os 10 qubits, este chip quântico estará muito aquém de se poder considerar o último grito da computação. Serão necessários pelo menos 100 qubits, para tornar esta tecnologia competitiva.

Mais um pequeno passo numa caminhada bastante longa ainda por percorrer. Mas tendo em conta que os bits quânticos supercondutivos nem sequer existiam para nós há 10 anos atrás, os cientistas acreditam que esta tecnologia terá um “rápido progresso”.