Primeira fotografia real da estrutura de dupla hélice do ADN

Primeira fotografia real da estrutura de dupla hélice do ADN

4 de Dezembro de 2012 1 Por Tiago

Até agora, apenas conhecíamos a estrutura do ADN, com a ajuda de imagens ilustrativas, criadas com a ajuda de um computador. Contudo, um grupo de cientistas da Universidade de Génova foi capaz de fotografar, pela primeira vez, o formato da estrutura de dupla hélice do ADN.

Foi no dia 7 de Março de 1950, através de uma técnica conhecida como difração de raios X, que James Watson e Francis Crick descobriram, pela primeira vez, a estrutura do ADN. Raios X são disparados para um material cristalino (contagem regulares e repetitivas de ADN e estrutura), resultando numa imagem idêntica a um padrão de pontos (seguinte imagem), que quando analisados matematicamente, derivam na estrutura do ADN.

A fotografia foi captada através de um microscópio eletrónico e representa seis cadeias de ADN, envolvidas numa espécie de núcleo. Isto porque, o microscópio em si é suficientemente poderoso para quebrar estas cadeias de moléculas.

A parte mais difícil do processo foi a preparação da amostra. Com uma superfície coberta de nanopilares repulsores de água, os investigadores foram capazes de esticar (suficientemente bem) os fios de ADN, para estes ficarem bem para a fotografia.

O próximo objetivo destes cientistas é conseguir fotografar uma única cadeia de ADN, e segundo eles, será possível num futuro próximo. Ter-se-á de ser usados detetores mais sensíveis, que reaja a eletrões disparados a (suficientemente) baixas energias, para separar as cadeias sem as danificar.