Assim será a primeira Base Lunar

Assim será a primeira Base Lunar

1 de Fevereiro de 2013 1 Por Tiago

Após estudar inúmeros conceitos diferentes, ao longo das últimas décadas, parece que os cientistas encontraram (finalmente) o método mais barato e eficiente, para a construção de uma base na Lua.

O segredo está na utilização de impressoras 3D, capazes de transformar (rapidamente) solo lunar bruto em cúpulas habitáveis. A vantagem do solo lunar, é que irá proporcionar uma proteção contra radiações solares e ao mesmo tempo, isolar os astronautas do frio do espaço.

No interior desta estrutura, um módulo insuflável em forma de cúpula, proporcionara o ambiente e conforto necessários para albergar os primeiros colonos humanos na Lua.

Base Lunar - Impressoras 3D -02

Atualmente, a European Space Agency (ESA) e a empresa Foster + Partners, estão a unir esforços para levar até à Lua a tecnologia necessária para iniciar as construções. Segundo Scott Hovland, da equipa de voos espaciais tripulado da ESA:

A impressão 3D oferece um potencial meio de facilitar a liquidação lunar com logística reduzida da Terra.”

Com esta tecnologia, poucos são os materiais que terão de ser transportados da Terra para a Lua. Cerca de 90% do material necessário (o solo lunar) já lá se encontra à nossa espera. Teremos apenas de transportar os robôs de impressão 3D e as parte mais leves, como os insufláveis, conetores e segmentos de entrada.

Base Lunar - Impressoras 3D -03

As vantagens são óbvias, além de facilitar a construção de uma futura base na Lua, vais exigir muito menos recursos, o que torna este conceito muito mais económico do que qualquer outra alternativa anterior.

De acordo com Xavier De Kestelier, da Foster + Partners Specialist Modelling Group, as suas construções, com recurso a esta tecnologia de impressão 3D, foram projetadas para climas extremos em Terra e já produziram estruturas inteiras sob estas mesmas condições. Por isso, é perfeitamente razoável que o consiga fazer na Lua, aproveitando os recursos que esta nos oferece.

Base Lunar - Impressoras 3D -04

A equipa encontrou uma foram de usar a sua tecnologia em condições ambientais como as da Lua. Como é possível ver na imagem a cima, esta amostra com 1.5 tonelada foi construído com material lunar simulado e óxido de magnésio. Esta combinação irá transformar o material lunar numa pasta, que poderá ser polvorizada de forma a criar um bloco. Em seguida, é-lhe aplicado um sal de ligação, que torna o material duro como pedra.

Atualmente as impressoras de construção 3D são capazes de imprimir cerca de 2 metros por hora, mas segundo Enrico Dini, fundador da Monolite, a próxima geração de impressoras será capaz de imprimir 3.5 metros por hora, o suficiente para construir um edifício inteiro por semana.

Base Lunar - Impressoras 3D -05

A esta velocidade de construção, a Base Lunar poderá torna-se realidade dentro de alguns anos.

Fonte: ESA | Foster and Partners