Prémio Nobel da física para a descoberta de massa nos neutrinos

Prémio Nobel da física para a descoberta de massa nos neutrinos

8 de Outubro de 2015 0 Por Catarina

O Prémio Nobel da física foi este ano atribuído a Takaaki Kajita e a Arthur B. McDonald pelo trabalho que os dois fizeram para perceber que os neutrinos têm massa, o que muda a nossa compreensão atual do universo.

Um neutrino é uma partícula subatómica que viaja (quase) à velocidade da luz, e passa por qualquer coisa sem efeito.

Tendo em conta que é impossível distinguir as partículas, foram contruídos tanques gigantes de água purificada no subsolo, para detetar estas em rápido movimento nas raras ocasiões em que um neutrino colide com o núcleo de um átomo produzindo uma luz fraca.

Os neutrinos têm três identidades: eletrão, muão e tau. Antes pensava-se que estas partículas não tinham massa e, portanto, não podiam mudar de identidades.

Mas agora com o detetor de neutrinos, chamado Super Kamiokande no Japão, conseguiram provar que estas partículas podem oscilar e, desta forma, mudar de estado.

Fique com o anuncio do Prémio Nobel da Física 2015.

Fonte: Nobel Prize
Crédito da imagem: Getty Images/Brand X