Astrónomos descobrem planeta sem estrela à deriva no espaço

Astrónomos descobrem planeta sem estrela à deriva no espaço

11 de Outubro de 2013 1 Por Tiago

Planeta PSO J318 5-22

Habitualmente, as maiores descobertas científicas ocorrem por acidente ou quando se procura algo relacionado. Foi o caso da mais recente descoberta da astronomia.

Um grupo de astrónomos “tropeçou” no planeta PSO J318:5-22 enquanto procuravam anãs marrom na constelação Capricórnio. O que torna este planeta tão especial é o facto de não orbitar em torno de uma estrela.

Foi através do telescópio Pan-STARRS, localizado no Havaí, que o planeta PSO J318:5-22 foi descoberto. A assinatura de calor do planeta, mais avermelhada, evidenciava-se relativamente a uma anã marrom destacando-se aos olhos dos astrónomos, na vastidão do cosmos.

Para confirmar esta descoberta, os astrónomos deram uma olhadela, mais de perto, com outros telescópios e ficaram surpresos ao descobriram que este planeta não tinha estrela.

Nunca antes havia sido observado um planeta como este. Segundo Dr. Michael Liu, astrónomo do Instituto de Astronomia da Universidade do Havaí em Manoa:

Nós nunca antes havíamos visto um objeto, deste tipo, a flutuar livremente no espaço. Este partilha todas as características de planetas jovens encontrados ao redor de outras estrelas, contudo está à deriva por aí sozinho. Muitas vezes me perguntei se existiam tais objetos solitários, e agora sabemos que sim.

O planeta em si é pequeno, apenas cerca de seis vezes a massa de Júpiter. É também, relativamente jovem, cerca de 12 milhões de anos. Apesar de se encontrar sozinho no espaço, é muito mais fácil de encontrar que outros, pela sua falta de estrela.

Planetas que integram um sistema solar, são mais difíceis de encontrar, devido ao brilho extremo da sua estrela. A falta de uma estrela facilita ainda o estudo do planeta, podendo ajudar os cientistas a entender o ciclo de vida de planetas gasoso semelhante.

Via: University of Hawaii
Créditos de imagens: MPIA/V. Ch. Quetz