Imagem panorâmica interativa de Marte de 4 gigapixéis captada pelo Rover Curiosity

Graças ao Rover Curiosity, temos agora a oportunidade de “viajar” até Marte, sem lá estar verdadeiramente. Esta é uma grande vantagem para a maioria de nós, que muito provavelmente, nunca irá ter a oportunidade de visitar (fisicamente) o planeta vermelho.

Para isso, está lá o robô Curiosity, fornecendo-nos novas imagens e perspetiva, através de estas e outras panorâmicas, de como é estar no nosso planeta vizinho.

Contudo, seria impossível experienciar a 100% esta visão, se não fosse o trabalho de Andrew Bodrov. Andrew pegou nas 407 fotografias, captadas pelo Rover, e monto-as num único puzzle panorâmico. Este permite-nos ter uma visão de 360 graus, em todas as direções, da paisagem marciana.

Para criar esta imagem panorâmica interativa, foi necessário juntar 4 mil milhões de pixéis, adquiridos através de 295 imagens da câmara NAC (Narrow Angle Camera) e 112 da câmara MAC (Medium Angle Camera).

Todas estas imagens demoraram 13 dias (de sol) marcianos a serem capturadas, entre o dia 136 a 149. A título de curiosidade, no planeta vermelho, um dia é 30 minutos mais longos que na Terra.

Mas estas imagens não sevem apenas para que possamos ter uma perspetiva visual de Marte. As imagens foram captadas para que possamos estudar o planeta, conhecer as suas origens e saber se este tem ou já teve vida.

Fonte: 360Cities