Nvidia anuncia novo e poderoso processador Tegra K1 para dispositivos móveis

Nvidia anuncia novo e poderoso processador Tegra K1 para dispositivos móveis

8 de Janeiro de 2014 1 Por Tiago

O CES 2014 começou dia 7 de janeiro, em Las Vegas, e muitas novidades têm sido apresentadas ao mundo. Mesmo antes do início desta exposição de tecnologia, a Nvidia já apresentava ao mundo a sua mais recente GPU, para dispositivos moveis, com 192 núcleos.

Tegra K1 é o nome deste novo chip gráfico, construído com base na arquitetura Kepler. A mesma arquitetura usada para construir processadores gráficos para PCs. Segundo Jen-Hsun Huang, CEO da Nvidia:

Consideramos que a evolução neste chip não foi linear. Foi muito para além disso, por isso, este novo chip não pode, simplesmente chamar-se Tegra 5.”

Esta poderosa GPU, para dispositivos móveis, dispõe de uns impressionantes 192 núcleos CUDA e irá chegar ao mercado em duas versões diferentes:

    • Tegra K1 quad Core (4 núcleos) a operar a 32-bits – com especificações equivalentes ao Tegra 4;
    • Tegra K1 dual Core (2 núcleos) a operar a 64-bits – com a aguardada tecnologia Denver.

Finalmente, os processadores para dispositivos móveis alcançaram o poder de processamento dos computadores.

Jen-Hsun destaca a rápida evolução dos chips para dispositivos móveis:

O Unreal Engine 2, lançado em 2002, apenas surgiu em dispositivos móveis em 2010, ao obter uma versão para o iOS. Hoje, temos o orgulho de anunciar que o Unreal Engine 3 está a ser adaptado para o Tegra K1, o que significa que foi preciso apenas dois anos para os dispositivos móveis alcançarem os PCs.

Este novo processador gráfico é tão poderoso, que é capaz de ultrapassar as GPUs da anterior geração de consolas. No caso da Xbox 360, esta disponha de uma capacidade 240GFlops em processamento de Shadders, enquanto o Tegra K1 consegue processar 365 GFlops.

Nvidia Tegra K1 - 05

Além da superior capacidade de processamento, o K1 consome apenas 5W de potência, enquanto a GPU da consola da Microsoft consome 100W. Segundo os resultados dos benchmarks, realizados pela Nvidia, este processador gráfico é, aproximadamente, três vezes mais poderoso que o chip A7 da Apple.

Em princípio, a versão quad Core, de 32-bits, com CPU A15, deverá chegar ao mercado no primeiro semestre. Já a versão dual Core, de 64-bits, com tecnologia Denver, deverá chegar apenas na segunda metade do ano.

Ainda não são conhecidos os dispositivos móveis que irão integrar este poderoso processador. Contudo, não deverão faltar candidatos, num mercado tão competitivo.