NSA instalou dispositivos de vigilância em routers, antes de os exportar dos EUA para todo o mundo

NSA instalou dispositivos de vigilância em routers, antes de os exportar dos EUA para todo o mundo

14 de Maio de 2014 2 Por Tiago

A National Security Agency (NSA) intercepto e instalou sistemas de vigilância dentro de determinados routers, fabricados nos Estados Unidos da América, antes de estes serem exportados para todo o mundo.

Aparentemente o objetivo seria monitorizar internautas de todos os cantos do planeta. Estas acusações são reveladas no novo livro de Glenn Greenwald, “Sem Lugar Para Esconder: Edward Snowden, a NSA e o Estado de Vigilância”.

Com residência atual no Brasil, Glenn, jornalista norte-americano, foi um dos principais impulsionadores na divulgação deste escândalo.

As acusações tem por base relatos fornecidos por Edward Snowden, um analista e sistemas, ex-funcionário da CIA e ex-contratado da NSA, que trouxe a publico detalhes sobre variados programas que englobam um sistema de vigilância global, implementado pela NAS norte-americana.

De acordo com o livro, routers fabricados nos EUA eram desviados para ser instalado um sistema de vigilância. Após a instalação, a NSA colocava um selo de fábrica (o que constitui uma fraude) e devolvia-os para exportação.

Ironicamente, os EUA tentaram impedir a entrada de determinados equipamentos em solo americano, fabricado por companhias como a Huawei e ZTE. Alegando que estes serviam o propósito de espiar os cidadãos americanos.

Estes escândalos não caem bem no seio da comunidade internacional. Especialmente em países aleados, que se veem alvo de espionagem de um dos países que, aparentemente, deveriam confiar.

Via: Neowin