NASA observou estrela a ser engolida por buraco negro

NASA observou estrela a ser engolida por buraco negro

7 de Abril de 2011 1 Por Tiago

No passado mês, a NASA localizou numa enorme explosão de energia vinda de uma galáxia distante. Os astrónomos acreditam que poderá ter sido o efeito de esparguetização de um buraco negro a engolir uma estrela.

Esta explosão foi “sentida” pelo satélite de captação de raios gama Swift e foi classificada como uma das maiores explosões alguma vez captadas, equivalente à energia libertada pelo Sol durante 10 biliões de anos e com um brilho 1 trilião de vezes maior.

Esta explosão deu-se no centro de uma galáxia que se encontra a 4 biliões de anos-luz de distância.

Felizmente, este tipo de acontecimentos são raros. Se tivesse ocorrido aqui perto (a alguns milhares de anos luz), poderia ter um potencial destrutivo, capaz para detonar e trespassar o campo eletromagnético da Terra, causando a extinção em massa.

Por algum motivo desconhecido, esta estrela saiu da sua órbita aproximando-se perigosamente do buraco negro. A gigantesca força de atração exercida pelo buraco negro criou um efeito de esparguetização sobre esta estrela, fazendo com que esta fosse esticada (como esparguete), acabando por ser vaporizada e engolida.

Durante o curto espaço de tempo em que os destroços da estrela orbitaram o buraco negro, estes terão formado um disco de acreção, que expulsou enormes quantidades de energia antes de se ter cruzado com o horizonte de eventos do buraco negro e saindo da nossa dimensão.

Com recurso aos meios tecnológicos que dispomos (hoje em dia), não é fácil dizer com exatidão onde, quando e como é que evento ocorreu. Mas tendo e conta a análise dos dados do Swift e outros telescópios, esta é por ventura, a melhor relato possível do acontecimento.

Fonte: Discover