Missões espaciais privadas em módulos insufláveis a um passo da realidade

Missões espaciais privadas em módulos insufláveis a um passo da realidade

13 de Maio de 2012 1 Por Tiago

A empresa SpaceX anunciou que vai unir esforços com a Bigelow Aerospace, para colocar em orbita diversos módulos insufláveis, suficientes para construir uma estação espacial privada.

O objetivo é providenciar ao comum dos mortais (suficientemente abastado) a possibilidade de experienciar e desfrutar, com a maior segurança e conforto, de longos períodos de microgravidade, na orbita terrestre.

Este esforço conjunto, visa realizar ações de marketing (junto de investidores nacionais e internacionais), de forma a financiar e dar início à nova era dos voos espaciais comerciais privados.

Para realizar estes voos, até à orbita terrestre, a SpaceX utilizará a sua capsula espacial Dragon, juntamente com o veículo de lançamento Falcon. A capsula espacial terá a capacidade de acomodar até sete passageiros de uma só vez.

A capsula voará até á estação privada da Bigelow, em orbita, que será composta por dois ou mais habitats BA 330. Cada habitat BA 330 oferece 330 metros cúbicos de espaço útil e pode albergar uma tripulação de até seis pessoas.

Segundo a Bigelow, os habitats BA 330 são mais seguros que a própria Estação Espacial Internacional (EEI) e poderão torna-se, imediatamente, em hotéis espaciais.

A empresa Bigelow Aerospace pretende alugar os habitats para grupos de pessoas provenientes de agências espaciais nacionais, empresas e universidades. Enquanto a SpaceX, irá providenciar os meios de transporte necessários para os levar até lá.

A ação de marketing terá inicio na Ásia, onde a SpaceX e a Bigelow se irão reunir com oficiais japoneses, após o próximo lançamento da capsula espacial Dragon (transportada pelo foguetão Falcon 9), agendado para dia 19 de mais de 2012.

Fonte: SpaceX