Mercedes-Benz cria conceito autónomo e social para “Generation Z”

Mercedes-Benz cria conceito autónomo e social para “Generation Z”

30 de Outubro de 2015 0 Por Catarina

A Mercedes-Benz está a apostar em carros futuristas e autónomos. Depois de ter apresentado o F 015 na CES no início do ano, surpreendeu agora no Tokyo Motor Show com um outro conceito autónomo.

O Vision Tokyo é uma espécie de cabine de karaoke de alta tecnologia sobre rodas, com design semelhante ao F 015, elegante, redondo, prateado e com destaques azuis néon, a fazer lembrar as motas da saga “Tron”.

A parte do vidro de trás funciona como uma luz de travagem maciça, e os pára-brisas e a grade frontal são capazes de exibir uma gama de padrões.

Este novo veículo é autónomo (tal como o F 015), mas é mais destinado a jovens, tendo jantes de grandes dimensões e um aspecto um pouco mais desportivo.

O interior foi claramente concebido como um espaço social. A porta lateral desliza para cima, dando acesso a uma grande e confortável cabine.

As janelas são parcialmente prateadas, fornecendo privacidade e isolamento do trânsito, e o foco dos passageiros é direcionado para uma tela na porta.

No meio do carro, existe um display holográfico que se conecta com os smartphones e qualquer tipo de dispositivo dos passageiros, que podem ainda interagir fisicamente com ele.

O Vision Tokyo não é completamente autónomo, pois existe a possibilidade de um motorista humano o conduzir. Um encosto dobra para fora do assento mais à frente, e um volante com controles mínimos pode ser puxado para fora do painel.

Em termos práticos, é um carro elétrico com autonomia de bateria para 190 km e mais 790 km com utilização de células de combustível de hidrogénio. Sendo um conceito de um futuro longínquo, este modelo nunca será construído. No entanto, é mais um exemplo de como as marcas vêm o carro autónomo de amanhã.