Laser mais poderoso do mundo gera plasma a dois milhões de graus celsius

Laser mais poderoso do mundo gera plasma a dois milhões de graus celsius

26 de Janeiro de 2012 1 Por Tiago

Linac Coherent Light Source (LCLS), o mais poderoso Laser de Raios-X do mundo, emitiu um pulso laser de onda ultracurta que derreteu uma peça de alumínio, a dois milhões de graus celsius, transformando-a em “matéria quente e densa”, como lhe chamam os cientistas.

Este laser de raios-X do SLAC (Centro de Aceleração Linear de Stanford) é capaz de gerar pulsos um milhão de vezes mais brilhantes do que qualquer outra fonte de raios-X e atingir temperaturas superiores às da corona solar.

A experiência durou menos de um bilionésimo de segundo, mas poderá ajudar os cientistas a desvendar os segredos enterrados no centro do Sol de outras estrelas e planetas do Universo.

Esta é a primeira vez que um laser tem a capacidade de criar plasma. Anteriormente, os cientistas apenas haviam conseguido criar plasma a partir de gases.

Segundo a entrevista que Bob Nagler (cientista de instrumentos do LCLS no SLAC) deu ao site PhysOrg.com, “O LCLS, com os seus comprimentos de onda ultracurtos, de Luz Laser de raios-X, é o primeiro a conseguir penetrar um sólido denso e criar um remendo uniforme de plasma (neste caso um cubo com um milésimo de centímetro de lado) e testá-lo, ao mesmo tempo”.

Esta amostra de matéria superaquecida irá ajudar os cientistas a perceber melhor o processo de fusão nuclear e do plasma que alimenta o Sol.

Para Sam Vinko, investigador pós-doutorado da Universidade de Oxford “O laser de raios-X LCLS é uma máquina verdadeiramente notável”. “Criar matéria extremamente quente e densa, é importante cientificamente se queremos finalmente compreender as condições que existem no interior das estrelas e no centro dos planetas gigantes do nosso próprio sistema solar e além”.

Fonte: PhysOrg.com
Créditos de imagem: Sam Vinko/University of Oxford