Astrónomos amadores captaram o impacto de asteroide com Júpiter

Astrónomos amadores captaram o impacto de asteroide com Júpiter

13 de Setembro de 2012 1 Por Tiago

Na passada segunda-feira (dia 10), dois astrónomos amadores captaram um enorme ponto brilhante a entrar na atmosfera de Júpiter, tendo-se extinguido em apenas alguns segundos.

Este ponto brilhante com uma centena de quilómetros de diâmetro é (provavelmente) uma bola de fogo, causada pela fricção de um asteroide ou comenta com a atmosfera do planeta.

Com a ajuda do seu telescópio Meade 12″ LX200 GPS de 12 polegadas Dan Petersen, um astrónomo amador, foi o primeiro a observar (em tempo real) o impacto, registado às 12h35 (hora de Portugal). O evento durou entre 1,5 a 2 segundos e criou uma bola de fogo com cerca de 100 quilómetros de diâmetro.

Dan publicou o acontecimento online, num fórum de telescópios onde George Hall, outro astrónomo amador, é membro. George foi verificar alguns dos seus vídeos gravados aproximadamente à mesma hora do acontecimento e lá estava, Júpiter a ser bombardeado por um enorme objeto celestial.

O facto de Júpiter ser um planeta de grandes dimensões, torna-o mais exposto a cometas e asteroides de pequenas e médias dimensões, como tem sido observado nos últimos anos. Como por exemplo o comenta Shoemaker-Levy 9 (em 1994), que “enviou” uma serie de fragmentos com cerca de 1.6 km de largura a 216.000 km/h, em direção ao gigante gasoso.

Além das suas dimensões, Júpiter encontra-se muito próximo do Cinturão de asteroides, fazendo dele um enorme íman que atrai tudo que passa no seu caminho. Para nós “terráqueos” é bom que Júpiter vá limpando o Sistema Solar, de objetos potencialmente perigosos e devastadores para a vida na Terra.

O melhor desta notícia, é que o acontecimento não foi descoberto pelo pessoal da NASA ou outras agências altamente equipadas com gigantescos telescópios para perscrutar os céus, mas sim por Dan Petersen, um astrónomo amador do Texas nos EUA, com o seu pequeno telescópio e uma enorme doze se sorte à mistura.

Nos próximos dias, astrónomos amadores e profissionais irão observar cuidadosamente o planeta Júpiter, em busca de evidências do impacto na sua atmosfera.

Fonte: Cloudy Nights (fórum) e George’s Astrophotography