Ilha feita de lixo reciclado retirado do oceano

Ilha feita de lixo reciclado retirado do oceano

4 de Abril de 2011 1 Por Tiago

Composta por cerca de 30% de terras emersas e 70% de mares e oceanos, a superfície da terra, é na sua grande maioria água. Mas este não um motivo válido, para que o homem polua os mares com o seu lixo.

Este começa a tornar-se um problema grave, que afeta todo o ecossistema marinho, principalmente o lixo plástico, que demora entre 50 a 450 anos a desaparecer.

Para combater o problema, o arquiteto holandês Ramon Knoester teve a ideia transformar o lixo recolhido no Oceano Pacifico, numa ilha autossustentável. A ideia de construir a “Recycle Island” surgiu em 2009, recorrendo à “Grande Mancha de Lixo” que vagueia pelo Oceano Pacífico.

A empresa de design (Whim Architecture) de Knoester terá agora a possibilidade de tornar este conceito em realidade, devido a uma bolsa disponibilizada pelo Fundo Holandês de Arquitetura.

Com mais de 1000 quilómetros quadrados, a Ilha Reciclada terá aproximadamente o tamanho do Havai. A ilha irá ter uma única casa familiar, com um teto solar, WC de compostagem, energia azul (que provem do movimento da ondas) e cultivo de algas para criar alimentos e fertilizantes.

Mais do que uma ilha, este (ainda) conceito é um importante passo, na tentativa de mudar mentalidades e atitudes. Poluir os oceanos, é como varrer o lixo das nossas casas, para de baixo do tapete (o lixo pode até estar escondido mas continua lá).

Afinal, viver numa ilha feita de lixo, poderá até nem ser tão mau como parece às primeiras impressões.

Fique com um vídeo da Discovery News, que tenta consciencializar a mente humana, para o grave problema das Grandes Manchas de Lixo.