Hoverbike – a moto voadora do futuro

Hoverbike – a moto voadora do futuro

10 de Junho de 2011 1 Por Tiago

Quem nunca se imaginou a conduzir um carro voador, que passasse por cima do trânsito caótico das cidades? Eu já, mas talvez seja por ver demasiadas vezes os episódios Star Wars…ou não.

Mas e se em vez de termos um carro voador, tivéssemos uma moto?

O australiano Chris Malloy construiu o seu próprio veículo voador, a Hoverbike. Este veículo tem algumas das características de um motociclo mas em vez rodas, este tem hélices. Para já, a Hoverbike é apenas capaz, de planar a alguns centímetros acima do chão (e preso por escoras).

Espera-se que esta moto alternativa seja capaz de voar a velocidades superiores a 150nós (cerca de 278km/h) e subir até altitudes de 10.000pés (3.048m), ou ainda superiores seu usar oxigénio.

Esta capacidade de voo deve-se à relação entre o impulso originado pelo motor de quatro tempos com 1170cc e cerca de 107cv de potência e o próprio peso do protótipo Hoverbike.

Com 3m de comprimento, 1.30m de largura, 0.55m de altura e 105Kg de peso, a pequena aeronave será capaz de descolar com um peso máximo de 270kg. Segundo Malloy, o tanque de combustível será suficiente para realizar viagens de 148km e uma velocidade de cruzeiro de 80nós (148km/h).

Para já, podemos apenas falar teoricamente das características de voo da Hoverbike, mas dentro de alguns meses, Malloy pretende realizar o primeiro voo de teste a este brinquedo.

Se os testes de voo se revelarem positivos e a Hoverbike for capaz de efetuar voos estáveis, então poder-se-á dar início ao fabrico em série do veículo. O construtor espera poder iniciar a produção (limitada) do veículo, dentro de um ano.

Chris Malloy calculou que deverá ser capaz de produzir cerca de 100 unidades por ano e que o custo final da Hoverbike deverá rondar os 40.000 dólares (cerca de 27.300 euros).

Se a esta moto voadora, for considerada uma aeronave ultraleve (como é de espera), em princípio nem sequer será necessário ter licença de pilotagem para voar nela.

Se é bom ou mau, só na altura iremos saber… entretanto, creio que não deverá der demais usar um paraquedas durante as viagens. Só por precaução…

Fonte: Hoverbike| Via: Gizmag