Gigantesca parede de ventoinhas converte CO2 em combustível

Gigantesca parede de ventoinhas converte CO2 em combustível

24 de Setembro de 2015 0 Por Catarina

Uma empresa canadiana está a desenvolver um plano para implantar paredes gigantesca de ventoinhas que sugam o dióxido de carbono do ar e transformam-no em combustível.

Carbon Engineering, com sede em Calgary (Canadá), espera que as suas fábricas de captura de ar ajudem a reduzir as emissões de CO2, principalmente de carros e camiões. Esperam assim dar um passo em direção a uma indústria tecnológica limpa.

O dióxido de carbono de centrais elétricas pode ser capturado e filtrado diretamente da fonte, mas as emissões de veículos a motor e outras fontes móveis são mais difíceis de apanhar.

Segundo a descrição da empresa na sua página:

Capturar CO2 diretamente do ar permite que as emissões provenientes de qualquer fonte sejam geridas por padronizadas instalações industriais. O nosso projeto em grande escala, por exemplo, poderia absorver as emissões criadas por 300.000 carros típicos.

Os ventiladores puxam ar ao longo de um líquido de absorção de carbono que transforma o CO2 num sal. Esse sal pode ser, então, armazenado no subsolo ou reutilizado como um combustível sintético com pouco carbono.

As plantas de captura de ar necessitam apenas de 1 milésimo do espaço que as árvores e outra vegetação precisam para fazer basicamente o mesmo trabalho.

Carbon Engineering já construiu uma planta piloto no Canadá e prepara-se para executar o sistema a plena capacidade este ano. Depois disso, a empresa pretende construir plantas comerciais em 2017 ou 2018, com capacidade para produzir 10.000 barris de combustível sintético por ano.

Abaixo temos o vídeo de demonstração da empresa.

Via: Discovery News