Firma italiana projeta Resort flutuante para o Qatar

Firma italiana projeta Resort flutuante para o Qatar

3 de Agosto de 2011 1 Por Tiago

Amphibious 1000 é o projeto de 500 milhões de dólares (cerca de 350 milhões de euros) da firma Giancarlo Zema Design Group (GZDG), para a construção de uma ilha semi-submersa na área protegida da costa do Qatar.

O projeto inclui a construção edifícios residenciais, escritórios, passeios flutuantes, galerias marinhas submersas, um parque marinho central e uma torre centrar com um restaurante panorâmico e estará dividida em duas secções distintas, onde uma parte será construída em terra e outra no mar.

Na secção do mar, poderá usufruir de quatro hotéis semi-submersos, cada um com 75 suites de luxo posicionadas em redor do perímetro do edifício e com acesso a terraços privados. Dos quartos de hotel será possível aceder ao parque marinho central e às zonas de atividades, através de passagens submersas.

O átrio principal do resort irá situar-se em torno do museu da vida marinha interativo, com galerias de exibições aquáticas e passagens submersas em vidro, com acesso ao observatório submarino.

Mas se preferir, poderá ficar numa das 80 residências “Jelly-Fish”. Estas suites flutuantes capazes de albergar comodamente até seis pessoas, têm 5 andares interligados por uma escada em espiral.

·       No topo da suite, a 5.6 metros de altura (acima do nível do mar), será possível encontrar a sala de relaxamento,

·       Descendo um piso, 3.5 metros acima do nível do mar encontram-se os quartos e as casas de banho,

·       A 1.4 metros de altura, a área da cozinha e casa de banho.

·       A 0.8 metros de altura e semi-submerso, vamos encontrar mais quartos e mais casas de banho.

·       E por fim, 3 metros abaixo do nível do mar será possível desfrutar de uma sala panorâmica submersão, com vista para o fundo do mar.

Para percorrer a gigantesca área deste resort, estarão disponíveis, veículos de transporte elétricos. Dentro do Amphibious 1000, estarão disponíveis iates de 20 metros em alumínio, equipados com motores a hidrogénio e janela panorâmica submersa em forma de globo.

Avaliando pelo aspecto e custo final deste projecto, umas férias de 8 dia no Amphibious 1000 deverá ficar por um preço muito pouco acessível ao comum dos mortais.

Fonte: GZDG | Via: Gizmag