Faça a sua própria tinta condutora para imprimir circuitos eletrónicos

Partilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email

Boas novas para os gurus da eletrónica que estão farto de usar as mesmas placas de circuito impresso (em fibra) e passar por todas as fazes e processos (aborrecidos) de desenvolvimento de um circuito eletrónico.

Jordan Bunker, adepto do “faça você mesmo”, experimentou fazer a sua própria tinta condutora. Esta permite facilitar todo o processo de criação de circuitos eletrónicos.

O processo foi desenvolvido pelas “mentes brilhantes da (Universidade) UIUC Materials Research Laboratory” de Illinois, nos EUA. Graças a estes investigadores, agora qualquer pessoa poderá criar a sua própria tinte condutora, a partir de casa.

Segundo Jordan:

Esta tinta parece resolver muitos dos problemas que outras tintas têm. É livre de partículas (não irá entupir a cabeça da impressora), fácil de fazer e endurece ficando numa massa condutora de prata a apenas 90 graus centígrados.

Como Jordan não é um químico, nem tem aulas de química desde o colégio, teve de comprar todos os materiais necessários para misturar os “ingredientes”. Segundo ele, apesar de ter que comprar tudo, o preço final foi de apenas 150 dólares (cerca de 110 euros), tornando-se numa alternativa mais económica do que as atuais.

A tinta é incrivelmente versátil, podendo ser utilizada em qualquer tipo de projeto eletrónico. Para ver o processo (detalhado) de criação desta tinta, poderá entrar na ligação da Fonte (em baixo).

Jordan promete publicar um vídeo (brevemente), a explicar melhor todo o processo.

Fonte: Jordan Bunker

Partilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Artigos Relacionados
Comentários