Estudo revela que comer menos é bom para o cérebro

Estudo revela que comer menos é bom para o cérebro

27 de Dezembro de 2011 1 Por Tiago

Eu sei que a época natalícia não é boa altura para dar esta notícia, mas um estudo realizado na Universidade Católica do Sagrado Coração (UCSC), em Roma, revela que comer menos pode ajudar o cérebro a viver mais.

Os investigadores envolvidos neste estudo, descobriram que a molécula CREB1 é a responsável pela ativação de genes ligados à longevidade e bom funcionamento do cérebro.

O estudo foi realizado e ratos, relevando que a molécula CREB1 é ativada através de dietas baixas em calorias, ajudando o cérebro dos ratos a trabalhar bem, durante mais tempo.

O estudo espera revelar novas formas de ativar a molécula CREB1, sem que seja necessário fazer dietas pobres em calorias. Em geral, considera-se uma dieta caloricamente baixa, quando à uma redução de 30% em calorias (este valor pode variar de pessoa para pessoa).

Fazer uma dieta desta pode ser difícil, mas não é impossível. Para tal bastaria reduzir a quantidade de doces, refrigerantes, entre outros, que habitualmente consumimos.

Segundo o Dr. Giovambattista Pani (líder deste estudo), os resultados podem ajudar a “iluminar a correlação entre doenças metabólicas, como a diabetes e obesidade e o declínio das atividades cognitivas.

O estudo ajuda-nos a perceber que (tal como o desporto) uma dieta pobre em calorias pode proporcionar uma vida mais longa e mais saudável. Citando a velha máxima “uma mente sã num corpo são”.

Via: DVICE
Créditos de imagem: Lightspring/Shutterstock