Estaremos sós no Universo?

Estaremos sós no Universo?

16 de Maio de 2012 1 Por Tiago

Devido às reduzidas hipóteses de encontrar vida extraterrestre dentro do nosso sistema solar, os cientistas começam agora a olhar para outros mundos, potencialmente habitáveis, que se encontram espalhados pela vastidão do cosmos.

Pegando no exemplo do nosso pequeno planeta, os cientistas têm procurado encontrar outros planetas, com a capacidade e o potencial de proporcionar as mesmas (ou semelhantes) condições atmosféricas da Terra.

Até ao momento, foram encontrados quatro exoplanetas potencialmente habitáveis. Tal como a Terra, estes orbitam a sua própria estrela, dispõem da temperatura certa e beneficiem dos gases atmosféricos ideais (aparentemente).

Como podemos ver na imagem acima, GLIESE 581 d, KEPLER-22 b, HD 88521 b e GLIESE 667C c são os exoplanetas (encontrados até agora) mais parecidos com a Terra.

Todos partilham das mesmas condições ideais do nosso planeta, por isso, existe uma forte possibilidade de estes conterem vida extraterrestre (inteligente ou não inteligente).

Segundo as medições ESI (Índice de Similaridade com a Terra) que vão de 0 a 1, o planeta GLIESE 667C c é o mais similar. Tendo em conta a sua composição, tamanho, temperatura e atmosfera, o exoplaneta obteve uma pontuação superior a 0.8.

Características dos planetas:

Terra

  • Massa: 5,9736×1024kg;
  • Temperatura à superfície (média): 14 graus Celcius;
  • Atmosfera (real): Atmosfera significativa com água líquida;
  • Órbita em torno da estrela (1 ano): 365 dias;
  • Distância da Terra: 0.

GLIESE 581 d

  • Massa: 5.6 vezes a massa da Terra (Superterra);
  • Temperatura à superfície (média): -40 graus Celcius;
  • Atmosfera (real): Atmosfera densa com água líquida;
  • Órbita em torno da estrela (1 ano): 67 dias;
  • Distância da Terra: 20.2 anos-luz.

GLIESE 667C c

  • Massa: 4.5 vezes a massa da Terra (superterra);
  • Temperatura à superfície (média): 29 graus Celcius;
  • Atmosfera (real): Atmosfera densa com água líquida;
  • Órbita em torno da estrela (1 ano): 28 dias;
  • Distância da Terra: 22.2 anos-luz.

HD 85512 b

  • Massa: 3.6 vezes a massa da Terra (superterra);
  • Temperatura à superfície (média): 78 graus Celcius;
  • Atmosfera (real): Atmosfera densa com água líquida;
  • Órbita em torno da estrela (1 ano): 88 dias;
  • Distância da Terra: 36.6 anos-luz.

KEPLER-22 b

  • Massa: 13.8 vezes a massa da Terra (superterra);
  • Temperatura à superfície (média): 42 graus Celcius;
  • Atmosfera (real): Atmosfera densa com água líquida;
  • Órbita em torno da estrela (1 ano): 88 dias;
  • Distância da Terra: 619 anos-luz.

Agora que sabemos as características destes planetas, quanto tempo nos levaria a chegar até eles?

A resposta é simples, levar-nos-ia imenso tempo. Se utilizássemos a mais rápida nave espacial construída pelo homem (The Voyager I), capaz de atingir velocidades na ordem dos 62.764 km/h, demoraríamos 17.207 anos a percorrer um único ano-luz.

Estaremos realmente sós no Universo?

Os cientistas estimam que só na nossa galáxia (Via Láctea) possam existir 160 mil milhões de exoplanetas. Tendo em conta que esta tem mais de 100 milhões de estrelas e que no Universo existem centenas de milhões de galáxias, a probabilidades de existirem seres extraterrestres em outros planetas é bastante grande.

Fonte: visual.ly
Crédito de imagens: visual.ly