Elevadores orbitais serão o futuro/económico acesso ao espaço

Elevadores orbitais serão o futuro/económico acesso ao espaço

21 de Fevereiro de 2014 1 Por Tiago

Em busca de uma forma mais económica de viajar até ao espaço, um grupo de investigadores tem vindo a ponderar a hipótese de construir um elevador orbital, capaz de nos ligar (diretamente) da Terra a uma base espacial em orbita.

Embora tais estruturas pareçam praticamente impossíveis de concretizar, existem pessoas que discordam dessa opinião e acreditam que, um dia, este sistema tornará as idas ao espaço, muito mais eficientes e baratas.

Um estudo realizado por um grupo diversificado de especialistas e liderado por Peter Swan, que trabalha para a Academia Internacional de Astronáutica (IAA), chegou a duas conclusões:

  • Em primeiro lugar, o conceito de elevadores espaciais parece ser possível de se tornar realidade. Pelo menos, não existem evidências científicas, no estudo da IAA, que comprovem o contrário.
  • E em segundo, se o esforço de construir estes elevadores orbitais, for apoiado e financiado por uma comunidade internacional, haverá ainda mais hipóteses de, pelo menos um deste vir a ser construído.

Ao contrário de um foguetão ou avião espacial, elevador irá viajar a velocidades semelhantes às de um comboio de alta velocidade. Uma viagem desde a superfície terrestre até à órbita geoestacionária da Terra (GEO) poderá demorar cerca de uma semana. Pode parecer muito tempo, mas relativamente aos custos, é muito mais económico do que um foguetão.

Uma das hipóteses estudadas para alimentar este elevador, seria o uso de energia solar. Alimentado através de um painel solar, acoplado na plataforma orbital. Contudo, juntamente com a tecnologia de painéis solares, a tecnologia de nanotubos de carbono necessita de evoluir, para tornar este elevador uma realidade.

Talvez daqui a uns dez anos, e quando Swan achar que estas tecnologias estão suficientemente avançadas, uma parceria internacional possa dar início à construção do primeiro elevador espacial. Quem viver o suficiente, poderá um dia vir a ter a honra de presenciar a inauguração de tal projeto.

Via: Space.com
Créditos de imagem: Dust 514