Tecnologia capaz de dobrar raios gama pode neutralizar resíduos radioativos

Tecnologia capaz de dobrar raios gama pode neutralizar resíduos radioativos

11 de Maio de 2012 1 Por Tiago

Ao contrário de um feixe de luz, os feixes de raios gama são extremamente difíceis de dobrar, tendo mesmo sido considerado supostamente impossível, devido à dificuldade que os eletrões têm em reagir com frequências extremas.

Contudo, o cientista Dietrich Habs e o seu companheiro de equipa Michael Jentschel, ambos do Instituto Laue-Langevin da Universidade de Munique, provaram que esta suposição está errada.

Segundo a uma experiência levada a cabo pelos investigadores, que consistia em explodir um prisma de silício, foi demonstrado que é possível refratar ligeiramente os raios gama, se for utilizado o material certo.

Se uma lente for feita de uma substância composta por átomos grandes, como o ouro por exemplo, será possível dobrar ainda mais os raios gama. Os investigadores preveem feixes focalizados de energia, capazes de detetar materiais radioativos e até torná-los inertes, através da “evaporação” dos seus neutrões e protões.

Em teoria, os raios gama poderiam transformar os resíduos de uma central nuclear, em materiais inofensivos.

Esses feixes focalizados podem detetar materiais radioativos usados na fabricação de bombas, ou marcadores radioativos utilizados em imagens médicas. Isto porque os feixes apenas espalham determinados radioisótopos e fluxo, sem outros impedimentos.

Segundo Gerhard Materlik, presidente-executivo das instalações de raios-X Diamons Light Source em Didcot, no Reino Unido:

É ótimo ver a evolução das óticas de raios-X… passados 20 anos, podem estar agora mesmo, a caminho da gama dos [raios gama] … espero que as previsões feitas pelos autores, acerca de possíveis óticas de raios gama, possam ser realizadas transformando-as em componentes óticos reais.

Fonte: Science