Dentro de três anos os comboios de alta velocidade atingirão os 1000 km/h

Dentro de três anos os comboios de alta velocidade atingirão os 1000 km/h

5 de Agosto de 2010 2 Por Tiago

Ostentando orgulhosamente os planos de criação dos comboios maglev que podem chegar perto dos 500 km/h o Japão, poderá vir a ser agora destronado em velocidade pela China, que alegada ter planos similares para a construção de um comboio que poderão estar prontos deverá estar pronto em apenas três anos. O objectivo é atingir o dobro da velocidade do maglev criado na “Terra do Sol Nascente”.

Segundo o laboratório da Universidade de Southwest Jiaotong, actualmente um protótipo esta a ser trabalhado para atingir médias de 500 a 600 km / h, com um comboio bem menor será possível atingir velocidades de 1.000 km / h dentro de “dois ou três anos”. O troque está em colocar o comboio maglev no interior de um tubo de vácuo, permitindo uma maior velocidade devido à ausência de atrito do ar.

Quando ouvimos estas notícias, o pensamento desvia-se logo para quanto é que esta brincadeira irá custar… Segundo o que se consta, o túnel o túnel irá custar aproximadamente “10 a 20 milhões de Yuan (entre de 1,12 e 2,24 milhões de euros) mais do que cada quilómetro da actual rede ferroviária de alta velocidade”. E quem é a que se chega à frente, quem é…? Os contribuintes como sempre!