Células estaminais devolvem visão a cego

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Taylor Binns estava em missão no Haiti, quando começou a sentir dores nos olhos e a sua visão a ficar turva. Ninguém desconfiava de onde provinha o seu problema, e até os médicos ficaram perplexos ao ver o seu paciente perder gradualmente a visão, ao longo de um período de dois anos.

Para Binns, “Tudo que era capaz de fazer até agora estava a ser levado, dia após dia, e estava a piorar”. Desta feita, Binns decidiu agarrar-se a uma última esperança, um procedimento cirúrgico com células estaminais, com o objetivo de lhe devolver a visão.

Os médicos diagnosticaram-lhe uma deficiência límbica da córnea, que significa essencialmente que os seus olhos estavam a desenvolver tecido cicatricial. Inúmeras coisas poderão causar este tipo de problemas, entre os quais, a utilização de lentes de contacto durante demasiado tempo, sem as desinfetar.

Devido à natureza desta doença, um transplante de córnea não é opção, assim sendo, é aqui que as células estaminais entram. Um grupo de médicos, em Toronto, removeu o tecido cicatricial dos olhos de Taylor Binns e substitui-o por células estaminais, provindas dos olhos da sua irmã.

Em um mês, a visão de Binns melhorou de 20/40 para 20/20 e 20/40 e a dores desapareceram. Desde então, o Hospital Ocidental de Toronto efetuou mais seis procedimentos deste género, e todos foram bem-sucedidos.

Partilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on email
Artigos Relacionados
Comentários