Células cerebrais simuladas fornecem habilidades de navegação a robôs

Células cerebrais simuladas fornecem habilidades de navegação a robôs

23 de Outubro de 2015 0 Por Catarina

Pesquisadores da Agência de Singapura de Ciência, Tecnologia e Pesquisa (A*STAR) anunciaram que ensinaram um robô a navegar por conta própria, da mesma maneira que os seres humanos e outros animais fazem. 

Este feito foi conseguido ao replicar digitalmente dois tipos de neurónios, as células de “rede” e as células de “lugar”, que ajudam a localizar geograficamente animais de forma natural.

As células de “lugar” disparam sempre que um animal passa por um local familiar no seu ambiente. As células de “rede” proporcionam uma sensação detalhada de posição no espaço tridimensional e permite construir mapas mentais.

Segundo o autor Haizhou Li:

“Células de rede artificiais poderiam fornecer um sistema de navegação e mapeamento adaptado e robusto “.

Assim, a equipa construiu simulações de software dessas células, ligando-as numa rede neural para o seu robô com rodas e deixou-o à solta num espaço de 35 metros quadrados, tendo os neurónios artificiais tido o comportamento que era esperado.

Este sistema ainda é inferior aos métodos de mapeamento com máquina convencional, contudo a equipa A*STAR acredita que pode vir a fornecer aos robôs habilidades de navegação adaptada, assim como pode ajudar os neurocientistas a perceber melhor estes mecanismos naturais.

Fonte: MIT Technology Review