Buracos negros podem transbordar como a superfície de um lago

Buracos negros podem transbordar como a superfície de um lago

30 de Abril de 2014 1 Por Tiago

De acordo com um estudo liderado por Allan Adams, professor no MIT, os buracos negros tem uma espécie de superfície fluídica. Isto significa que, quando os buracos negros se “alimentam” de matéria, reagem com quando atiramos uma pedra para dentro de um lago. Criando ondulações.

Allan e o seu grupo de estudo chegaram a esta conclusão, recorrendo a simulações que tiram partido de uma correlação entre a dinâmica de fluidos e a gravidade.

Quando estas ondulações, provocadas pela matéria, chegam há extremidade do buraco negro pode, de facto, fazer com que este transborde. Segundo Allan:

Nós mostramos que quando atiramos algo para um buraco negro, a sua superfície responde como um fluido e, em particular, pode tornar-se turbulento. Para ser mais exato, o próprio horizonte torna-se fractal.

Fractais surgem por todo o lado, na natureza. São conjuntos matemáticos que mostram padrões autossimiliares. Quando fazemos “zoom” num desenho fractal, como o famoso conjunto de Mandelbrot, podemos verificar que a proporção reduzida vai parecer igual à original.

Mais interessante do que sabermos que um buraco negro transborda, quando “engole” matéria do Universo, é o facto de esta ser (aparentemente) a sua forma crescimento. Através do desenvolvimento de uma margem fractal, depois de consumir objetos cósmico, os buracos negros reagem segundo as leis da dinâmica de fluidos.

Parte das razões pelas quais os buracos negros simulados (através de computador) respondem desta forma, devem-se à forma (passe a redundância) simplificada com que a própria simulação foi configurada.

Por outro lado, ainda este ano iremos ver o buraco negro, no centro da nossa galáxia, devorar uma nuvem de gás. Desta forma, poderemos testemunhar (na realidade) este tipo de comportamento e presenciar como este acontecimento poderá afetar a sua galáxia hospedeira (a Via Láctea).

Via: New Scientist
Créditos de imagem: fondosdepantallas.org