Bioimpressão 3D permite criar cartilagens que acompanham o crescimento

Bioimpressão 3D permite criar cartilagens que acompanham o crescimento

20 de Março de 2015 0 Por Tiago

Graças a uma equipa de cientistas, do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (EHTZ), foi possível criar uma cartilagem do nariz de um adulto, em apenas 16 minutos.

Para conseguir este feito, os cientistas utilizaram uma bioimpressora 3D, capaz de imprimir partes do nosso corpo, utilizando células do mesmo. Esta técnica permite criar moldes personalizados de cartilagens, com a vantagem de se adaptar ao corpo do paciente e crescer com ele.

Através da bioimpressão 3D, os médicos poderão recriar partes do nosso corpo como: joelhos, orelhas ou nariz, que por algum motivo ficaram danificados.

Bioimpressão 3D - Cartilagem Nariz - 03

 

Para tal, basta retirar células referentes à área afetada (do corpo do paciente) e junta-las com biopolímeros compatíveis (extraídos de algas por exemplo), por fim a criar um hidrogel. Este hidrogel é utilizado como matéria-prima, na bioimpressão das “partes”.

Esta técnica é tão eficaz na reparação de defeitos do nosso corpo, provocados por acidentes ou doenças, que passado algum tempo (após o implante) a cartilagem tornar-se indistinguível da original.

Bioimpressão 3D - Cartilagem Nariz - 02

De acordo com Matti Kesti, líder da equipa de investigadores da EHTZ, “A cartilagem bioimpressa pode ser criada com base nos defeitos e necessidades do paciente, podendo ter uma forma e tamanho personalizados”.