Telescópio ALMA capta morte de estrela

Telescópio ALMA capta morte de estrela

12 de Outubro de 2012 0 Por Tiago

Graças ao The Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA) podemos ver os últimos momentos da estrela R Sculptoris e seu “último folego” em jeito de espiral.

Aqui fica uma explicação sucinta, dada por Phil Plait em Bab Astronomy, de como tudo se passou:

Quando uma estrela como o Sol (ou um pouco menos maciço, ou até cerca de oito vezes a massa) envelhece, o seu núcleo aquece, causando a expansão da parte externa da estrela (como um balão de ar quente), transformando-a em uma gigante vermelha…

O hélio acumula-se numa casca fina fora do núcleo da estrela, fundindo-se em carbono.

A taxa de fusão é incrivelmente sensíveis à temperatura e os desequilíbrios periódicos da temperatura causam grandes e muito repentinos aumentos da taxa de fusão…

Chamado de pulso térmico, esta enorme bola de energia é despejada no interior da estrela, explodindo como um tsunami, expelindo de seguida o material para fora a superfície da estrela.

O vídeo abaixo, criado a partir da base de dados ALMA, mostrar como o escudo e a espiral se formaram inicialmente.

Loading player…

Fonte: Observatório Europeu do Sul
Via: Bad Astronomy (Discover Magazine)