Samsung Galaxy S II Overclock 1.5GHz Samsung Galaxy S II com overclock de 1.5GHz atinge incríveis benchmarks

Às vezes não basta ser o melhor, é necessário obliterar por completo, toda a concorrência. Se tem um poderoso Samsung Galaxy S II Android e quer torna-lo num “máquina infernal”, então aqui está a solução.

Aumentar a frequência de funcionamento de um processador, é uma atividade bastante comum no mundo da informática, e os smartphones de hoje começam a ser computadores incrivelmente poderosos.

Dentro do Galaxy S II (do qual vamos falar hoje), vive uma CPU dual-Core 4210 Exynos com 1GHz de velocidade de relógio. Um dos membros (coolbho3000) do fórum xdadevelopers decidiu, fazer um overclock ao seu smartphone e partilhar os resultado.

  • Primeiro começou por acelerar a CPU para os 1200MHz, resultando num aumento substancial do desempenho, obtendo uma pontuação de 2896, no software de benchmarks Quadrant.
  • Quando finalmente acelerou a CPU para os 1504MHz, obteve uns impressionantes 4062 no Quadrant.

Abaixo poderá ver o vídeo de demonstração, realizado pelo coolbh3000 mostrado que realmente é possível, por um Galaxy S II a funcionar a uma frequência de 1.5GHz.

Depois do vídeo, deixo as instruções (do coolbh3000) necessárias, para que possa experimentar no seu Galaxy S II.

Instruções:

  1. 1º- Irá necessitar da mais recente do odin3 e dos drivers USB para WindowsOdin3 V1.83
  2. 2º-Necessitará também do kernel. É um arquivo tar para Odin3, com um kernel “overclockado” e um initramfs com módulos apropriados para o kernelGalaxy S II OC v1
  3. 3º- Reinicie o telefone no modo de download, usando ADB: adb reboot download
  4. 4º- Usar o odin3 para flashar o kernel, colocando o arquivo tar na seção de PDA e pressionando ”Iniciar“.
  5. 5º- O smartphone irá reiniciar automaticamente.
  6. 6º- Use SuperOneClick na raiz do seu telefone, se você não tiver já. O ADB deverá ter acesso à raiz com este kernel, portanto, terá de funcionar.
  7. 7º- Usar a aplicação SetCPU para tentar chegar aos 1.504GHz – SetCPU v2.1.3.

Fazer um overclock, poderá ser tão interessante como educativo, no entanto, não devemos esquecer:

  • Que quanto maior for o overclock, maior a possibilidade do seu smartphone se tornar instável, levando-o por vezes a crashar.
  • E que ao aumentar a velocidade de relógio de um processador, estaremos (a medio longo prazo) a reduzir a sua vida útil.

Podemos testar e até brincar com o hardware de um computador (neste caso um smartphone), mas devemos ter estar conscientes das suas consequências.

Fonte: fórum.xda-developers.com | Via: engadget.com